terça, 27 de setembro de 2016 - 13:20h
Procon fiscaliza agências bancárias para garantir atendimento durante greve
Bancos devem disponibilizar 30% de pessoal para prestação de serviços ao usuário
Por: Andressa Serique

Com a greve dos bancários, o Instituto de Defesa do Consumidor (Procon) tem feito o monitoramento dos serviços que, obrigatoriamente, devem ser prestados pelas agências, conforme exige a legislação. Com isso, os fiscais do órgão passaram a monitorar o atendimento que deve ser de, pelo menos, 30%.

Desde o início da greve, que já dura 22 dias, o Procon recebeu 19 denúncias de usuários que alegaram não terem conseguido atendimento. Segundo a chefe de fiscalização do instituto, Lana Cristina Silva, em todos os casos houve a notificação da agência e os serviços tiveram que ser realizados.

“São casos em que não dá para serem resolvidos num correspondente bancário e sim na própria agência. Nessas 19 denúncias, entramos em contato direto com a gerência para fazer a mediação e prestar o atendimento”, explicou.

A chefe de fiscalização reforça que garantir 30% dos serviços nas agências não se restringe apenas em disponibilizar os caixas eletrônicos. “Já notificamos o Sindicato dos Bancários sobre a disponibilização de pessoal nos espaços, pois é uma obrigação”, declarou.

As reclamações podem ser feitas pelo número (96) 3312-1019 ou na sede do Procon, localizada na Avenida Padre Júlio, 1614, bairro Central. 

 

NEWSLETTER

Receba nossas notícias em seu e-mail ou celular.

PROCON-AP - Instituto de Defesa do Consumidor do Amapá
Av. Padre Júlio Maria Lombaerd, 2925 D - Central, Macapá - AP, 68901-283 - (96) 3312-1022 - gab@procon.ap.gov.br
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2017 - 2019 Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá